InnovMark: Workshop de Marketing Online – Porto – 19 de Janeiro 2011

Dezembro 15, 2010 by  
Filed under InnovMark

– Workshop “Marketing Online” –

Data: 19 de Janeiro de 2011
Horário: 18h-21h
Preço (Inclui Manual do Workshop): 40€

A utilização da Internet já ultrapassou a Televisão. Os motores de busca (Google) e as redes sociais (Facebook) são neste momento os sites mais visitados em todo o Mundo. As marcas devem estar presentes onde os potenciais clientes estão presentes.

Aprenda estratégias de Marketing Online, e conheça estudos de caso, com quem apresenta resultados: O Portal Inovação & Marketing é referência mundial no Google, Facebook e Twitter, na língua portuguesa, nas temáticas da Inovação e do Marketing.

Inscrições em: http://inovacaomarketing.com/workshops/

Marketing: Apple, Coca-Cola e Google são as mais cool

Dezembro 15, 2010 by  
Filed under Notícias

Estas são as três marcas mais cool de 2010, de acordo com o ranking elaborado a partir do estudo Coolest & Gaps conduzido pela consultora Allegro 234. O estudo, que abrangeu 4200 inquiridos em 28 países, dá conta de que a marca norte-americana Apple foi citada como a mais cool em todos os 28 países contemplados, seguida da Coca-Cola, Google, Nespresso e Facebook. Uma das características que parecem ser comuns às marcas consideradas cool, segundo perguntas colocadas pelo estudo com o objectivo de perceber as razões, prende-se com a combinação de experiências online e offline proporcionadas aos consumidores.

Outra conclusão do estudo tem a ver com o facto de a catalogação de uma marca como cool não está dependente do luxo. Exemplo disso é o sector automóvel, onde as marcas KIA e Hyundai surgem melhor colocadas do que a Ferrari. Também as experiências personalizadas nas redes sociais e a sustentabilidade são características que desempenham um papel importante nesta classificação, sendo que as marcas que não cumprem com os valores anunciados pela empresa acabam por ver a sua imagem prejudicada.

Fonte: Meios & Publicidade

Marketing: Portugueses com mais de 55 anos rendidos às redes sociais

Dezembro 15, 2010 by  
Filed under Notícias

Os portugueses estão rendidos à Internet. E desengane-se quem pensa que são apenas os mais novos. Os portugueses com idades entre os 55 e os 74 anos são os que mais utilizam as redes sociais quando comparados com os europeus da mesma faixa etária.

No primeiro trimestre do ano, 46% dos portugueses entre os 55 e os 74 anos colocavam mensagens em chats, blogues e redes sociais. Um valor bem acima da média da União Europeia a 27 (18%), segundo o gabinete de estatísticas europeu, Eurostat.

E mais: os portugueses nesta faixa etária são mesmo o que mais utilizam as redes sociais tendo em conta os cidadãos com a mesma idade nos 27 países da UE, Noruega, Croácia e Turquia.

Mais perto de nós só mesmo a Polónia (45%) e a Lituânia (42%).

Mesmo assim, esta é a faixa etária com menos utilizadores das redes sociais em Portugal. Quanto mais novos, mais adeptos das novas tecnologias: 65% no caso dos portugueses com idades entre os 25 e os 54 anos e 90% quando se trata de indivíduos entre os 16 e os 24 anos. Estes valores voltam a estar acima da média da UE: 42% e 80%, respectivamente.

Já no uso de email e da Internet para efectuar chamadas telefónicas e para colocar vídeos, os portugueses estão dentro da média da UE a 27.

Em termos globais, 70% das famílias europeias têm acesso à Internet a partir de casa, o que compara com os 49% verificados no primeiro trimestre de 2006. Já em Portugal, são pouco mais de metade das habitações (54%).

Fonte: Agência Financeira

Marketing: 470 mil cafés reciclados em 2010

Dezembro 15, 2010 by  
Filed under Notícias

Mais de 470 mil cápsulas, num total de 10 toneladas de cápsulas de café e 12 toneladas de borra, foram recicladas pela marca nacional de cápsulas de café, Delta Q, em 2010. Esta recolha foi criada no âmbito do projecto pioneiro ReThink, que visa o prolongamento do ciclo do café.

“O prazer de tomar um café não tem de acabar em desperdício.” Foi com estas palavras que, em Abril passado, Rui Miguel Nabeiro apresentou o projecto ReThink, um projecto único a nível mundial que procura repensar de forma sustentável o ciclo de vida do café, da chávena de café à borra. Até ao momento, o projecto recolheu 477 mil cápsulas a nível nacional, uma recolha inédita e até hoje nunca conseguida.

“Os consumidores Delta Q têm aderido massivamente à reciclagem das cápsulas, e temos consciência que essa adesão se deve inteiramente à sua própria consciência ambiental, à sensibilização através dos meios de comunicação social e sensibilização através dos pontos de venda próprios Delta Q, uma vez que não oferecemos incentivos à entrega de cápsulas nem publicitamos este projecto. Isso mostra a preocupação do público em tornar os ciclos produtivos mais sustentáveis, e o pioneirismo deste projecto, que é inigualável a nível mundial”, afirma Rui Miguel Nabeiro, administrador da Delta Cafés.

O projecto ReThink visa potenciar a reciclagem e reutilização do resíduo produzido pelo acto de consumo: a borra do café. Com uma produção anual de 20 mil toneladas de café, e um potencial de borra húmida que corresponde ao dobro deste valor, a Delta explora assim oportunidades de valorização de um resíduo feito recurso, proveniente da sua actividade.

Iniciado em 2009, o ReThink recebeu aval financeiro no valor de 2.000.000€ do QREN (Quadro Nacional de Referência Estratégica) e permitiu à Delta tornar-se a primeira empresa privada nacional a constituir um cluster de inovação. O desafio foi então lançado pelo departamento de I&D da Delta Cafés a sociedades científicas e tecnológicas, nomeadamente o Instituto de Biologia Experimental e Tecnológico (IBET) e a Unidade de Investigação e Desenvolvimento em Engenharia Industrial (UNIDEMI), da Universidade Nova de Lisboa.

Em conjunto estão a levar a cabo o estudo da aplicação das borras de café em áreas distintas, nomeadamente a Cosmética, Nutrição, Agricultura, Biomateriais e Energias.

Um dos resultados já obtidos do projecto é a criação de um sistema próprio de reciclagem de cápsulas Delta Q usadas, o seu armazenamento e tratamento na fábrica da Delta Cafés, em Campo Maior. Aqui, as cápsulas são partidas e é feito o processo de separação do plástico e da borra, através do método de decantação, sendo a Delta detentora do primeiro moinho de cápsulas em Portugal. Está ainda a ser desenvolvido pela UNIDEMI um sistema de desencapsulamento que visa uma melhor optimização do processo de separação da cápsula da borra de café, permitindo a racionalização energética e de recursos inerentes a esta tarefa.

O plástico das cápsulas é então enviado para parceiros de reciclagem, que incorporam este plástico em equipamentos reciclados de ambiente urbano, como floreiras, caixotes de lixo e espreguiçadeiras.

A entrega de cápsulas usadas pode ser feita directamente nas lojas Delta Q em Lisboa e no Porto, bem como nos Departamentos Comerciais da Delta, espalhados por todo o país.

A total conclusão do projecto ReThink só ficará concluída em 2011.

Fonte: Pela Natureza