Artigo de Opinião “As crianças Alpha e a relação com a tecnologia” (Revista SPOT)

Partilha!

As crianças Alpha e a relação com a tecnologia (Revista SPOT)

Um dos métodos muito utilizados no estudo do comportamento dos consumidores e na segmentação de mercado tem sido através da definição de várias gerações como os Baby Boomers (46-64), Geração X (65-79), Geração Y ou Millennials (80-90), Geração Z (90-10) e agora começa-se a estudar a geração Alpha que corresponde às crianças nascidas nesta década.

A Geração Y na casa dos 30’s é uma geração caracterizada pelo surgimento da internet no decorrer da adolescência ou da idade adulta, enquanto que a Geração Z na casa dos 20’s já é caracterizada pelo facto de serem nativos digitais, extremamente conectados na internet e nas várias plataformas e formato de comunicação digital.

A Geração Alpha é caracterizada por crianças com uma relação intrínseca com a tecnologia, estimulados pelos mais diversos dispositivos desde que nascem, podendo interagir com tablets, smartphones ou portáteis desde idades muito precoces. Aprendem por si sós a trabalhar com as tecnologias de uma forma muito intuitiva e com uma curva de aprendizagem muito rápida.

Vários estudos indicam que as crianças da Geração Alpha serão ainda mais adaptáveis e independentes, com acesso a informação abundante muito mais cedo do que aconteceu com as gerações anteriores, e estas características terão muita influência no tipo de educação que estas crianças estarão propensas a aceitar, existindo a necessidade de alterar por completo o paradigma da educação, com uma vertente mais tecnológica e personalizada. São crianças que desde muito cedo começam a utilizar ferramentas como o Youtube para visualizar os temas que interessam, a pesquisar a internet e os motores de busca e até para aprender línguas utilizando ferramentas como o google tradutor.

Quanto aos aspectos relacionados com o consumo de produtos e serviços começa-se a perceber que esta nova geração irá valorizar muito as marcas que apostem em aplicações e plataformas digitais muito visuais, intuitivas e fáceis de utilizar, como forte propensão para as videoconferências e cujas plataformas permitam experiências personalizadas de acordo com as preferências e necessidades das crianças. Esta próxima geração de crianças será muito mais propensa para pesquisar produtos e serviços na internet e também em realizar compras online, o que levará a que o contacto seja menos presencial, com excepção das visitas às lojas numa vertente social, de experiências, de visualização e de demonstração dos produtos que pretendem adquirir.

Estas mudanças profundas de comportamento que já se começam a verificar também na geração Z e em parte na geração Y irá originar a uma mudança de paradigma dos pontos de venda, para passarem a ser cada vez mais pontos de experiências e de demonstração, escolhendo depois o cliente o canal para o fecho da venda e o método mais adequado de entrega ou de recolha dos produtos e serviços pretendidos.



Bruno Silva

—> Perfil de Bruno Silva no Facebook
—> Perfil de Bruno Silva no LinkedIn

# Coach, Consultor e Formador nas áreas da Inovação, Marketing e Empreendedorismo, desde 2009 na InnovMark, colaborando também com Instituições de Ensino Superior, Entidades de Consultoria e de Formação profissional, Associações Empresariais, onde se incluem projectos geridos pela AEP, IAPMEI, CAP, AIP, CCP, CTP, CIG, etc.

# Speaker / Orador, desde 2009, com mais de 100 presenças nos principais Congressos, Seminários, Workshops e Conferências nacionais e Feiras de Negócios nas áreas da Inovação, Marketing e Empreendedorismo.

# Fundador e Community Manager, desde 2006, do Portal Inovação & Marketing, que conta actualmente com mais de 80.000 Subscritores, considerando todos os formatos de subscrição, sendo um dos maiores projectos deste género em Portugal.

# Cronista desde 2006 no Portal Inovação & Marketing, Revista Inovar-te, Portal AEP, Revista Brasileira de Administração, Revista Farmácia Distribuição, E-Go-Marketing, Revista Portugal Inovador (Jornal Público), RTP2, Marketing Farmacêutico e Revista SPOT.

# Fundador e Community Manager, desde 2013, do “Dish Mob Portugal” que promove o espírito “Dish Mob”, e que é um importante movimento nacional de promoção do networking e aceleração de ideias nas áreas da inovação e do empreendedorismo, com mais de 30 eventos já organizados.

– Licenciatura Pré-Bolonha em Gestão pela Universidade do Minho (2004).
– Pós-Graduação em Marketing pelo IPAM – Marketing School (2006).
– Pós-Graduação em Gestão da Tecnologia, Inovação e Conhecimento pela Universidade de Aveiro (2007)
– Curso de Especialização em Empreendedorismo de Base Tecnológica pela Universidade de Aveiro (2007)
– Formações Profissionais em Vendas, Excelência Pessoal, Inteligência Emocional e Criatividade, Gestão do Stress, Organização de Eventos, Comunicação em Público, E-Business, etc.



Partilha!



Enter Google AdSense Code Here

Tell us what you're thinking...
and oh, if you want a pic to show with your comment, go get a gravatar!